AVISO

Meus caros Leitores,

Devido ao meu Blog ter atingido a capacidade máxima de imagens, fui obrigado a criar um novo Blog.

A partir de agora poderão encontrar-me em:

http://www.arocoutinhoviana.blogspot.com

Obrigado

sábado, 31 de dezembro de 2011

O Pai Natal uma figura mítica que deveria acabar?... Cada coisa no seu sítio...celebrar como o pai das prendas aos pobres em 6 de Dezembro

O "pai natal" não tem nada a ver com o presépio. É uma fantasia para os miúdos, mas agora não será obscurantismo também para eles aprenderem a mentir ou a enganar?
Perguntar não ofende, mas...o que já vi foi um presépio onde as figuras eram o menino e o pai natal.
Tem algum jeito?
As crianças não podem escrever ao Menino Jesus que vinha de noite trazer  prendas? 
Em algumas terras só vinha muito de noite, o sapatinho ficava à espera das prendas. Pela manhã ao acordar das crianças era A FESTA DAS PRENDAS ANTES DE SAIR PARA A MISSA DE NATAL...

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

NATAL NA CADEIA



D. Anacleto Oliveira, bispo de Viana, no sábado, dia de Ceia, às 17 horas celebrou missa para os presos e distribuiu lembranças. Concelebrou o Pároro. Os Visitadores organizaram a festa e à festa juntou-se o acólito da Paróquia-Ricardo Igreja  e um Grupo coral de jovens de Perre.


UM presépio muito digno no Hospital Público de Via do Castelo



Escutismo da Paróquia e 20 anos com promessas de lobitos e exploradores


Depois da Velada de Armas na sexta-feira, em ambiente de muito recolhimento, no sábado, dia 17, sábado foram feitas as promessas e seguiu-se um jantar de aniversário numa Quinta da Região com a presença de famílias e antigos escuteiros...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Natais do Berço e do Centro de Dia , dos Sós e dos sem abrigo no dia 24. às 19,30H.Mesa presidida por D. Anacleto- Viana do Castelo

O Natal do Berço e dos Centros de Dia,

a mesa foi posta para 93 pessoas

e commo se pode verificar

 depois das fotografias dos

 Sós e sem abrigo, a sala estava cheia.


A mesa estava posta para 43 inscritos,

 mas à última hora foram 55

e de tudo chegou e sobrou,

graças à generosidade

 de doadores particulares e

 de empresas como a Carclasse

que abdicou da sua ceia

de Natal para proporcionar

 uma ceia mais suculente

 para os carentes.














Natal dos idosos

e das crianças do Berço.




























Na sede  serviram-se 148 refeições de Natal

e ao

 Domicílio 43 ao domicílio.

TOTAL  191

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Ecologia Ambiental, Social, Mental e Integral- Fraternidade no Planeta-Catequese de Adultos

Formação de Adultos – Paróquia de Nossa Senhora de Fátima

Fraternidade e Vida no Planeta





O Eng.º Horácio Faria participou no Centro Paroquial de Formação com o tema:Ecologia Ambiental, Social, Mental e Integral, a nosso pedido. Aqui se mostra uma síntese



A ecologia ambiental, social, mental e integral está presente nas preocupações da Igreja, desde há muito tempo, conforme podemos constatar nas Encíclicas Papais de Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI. A recente Encíclica Papal de Bento XVI, sob a designação de “Caritas in Veritate”, ou seja “Caridade em Verdade”, publicada em Julho de 2009 alude objectivamente ao Ambiente e às preocupações que esta temática e a Terra devem merecer de todos os cidadãos, sugerindo uma maior atenção das Nações Unidas para esta problemática no dealbar do terceiro milénio.

A Constituição da República Portuguesa (Art.º 66º C.R.P.) refere que todos os cidadãos têm direito a um ambiente de vida humano, sadio e ecologicamente equilibrado e o dever de o defender. Repare-se que o “Ambiente e Qualidade de Vida” estão constitucionalmente consagrados enquanto direitos, mas também deveres dos cidadãos no que concerne à sua defesa.



Se considerarmos o estabelecido na Lei de Bases do Ambiente (Lei nº 11/87 de 7 de Julho), enquanto diploma que enquadra o Direito e a Política do Ambiente em Portugal, verificamos que define Ambiente como o conjunto dos sistemas físicos, químicos, biológicos e suas relações e dos factores económicos, sociais e culturais com efeito directo ou indirecto, mediato ou imediato, sobre os seres vivos e a qualidade de vida do homem. Este diploma basilar do Direito do Ambiente português vai mais além ao considerar como cruciais as componentes ambientais naturais (Água, Ar, Luz, Solo vivo, Subsolo, Flora e Fauna) e as componentes ambientais humanas (Paisagem, Património natural, Património construído e a Poluição). E é nesta visão integrada que devemos ter em linha de conta o ordenamento do território e os serviços de ecossistema (produção, suporte, regulação e culturais) com vista à conciliação e harmonização do desenvolvimento Ambiental, Social e Económico.



Horácio Faria - Ecologia Ambiental, Social, Mental e Integral

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O Moínho dos Muros, de meu trsavô, foi de meu pai e a Garrocha

O moínho de meu pai e a Garrocha


“O moínho de meu pai
Eu sei mexê-lo

Quando está alto, baixá-lo
Quando está baixo, erguê-lo.”



O moínho do meu pai
Eu quero restaurá-lo

Nem dinheiro nem tempo
Tenho para trabalhá-lo…



O moínho de meu pai
Onde ele ia descansar

Duzentos dias do ano
Para farinha e melões guardar.



O moínho de meu pai
Onde ele ia dormir

Duzentos dias do ano
Para farinha e melões produzir.
                                                                                                                                                           por acabar

Aceite o presente de Deus

“Aceite o presente de Deus


e torne-se num presente


 para alguém, para toda gente!”



(D. Manuel Clemente, Bispo do Porto)

Refeitório Social - interactividade, NATAL




















Há ocasões que servimos 90 refeições por dia.


Enfeitaram, alguns deles, enfeitaram uma parte do refeitório.

Centro de Dia da Bandeira












Os utentes de Dia têm exercícios físicis, trabalhos de sala, dança, música, computaor, passios a pé e um conjunto de progamas estimulativos da memória, do intelecto....

Ceia de Natal dos Sós e do sem abrigo

Ceia de Natal dos Sós e do sem abrigo

Presidida pelo Bispo de Viana do Castelo, Sr.D.Anacleto Oliveira decorreu no dia 24, Das 19.30 às 10,30H, à rua da Bandeira ,nº 639.
A mesa estava posta para 43 inscritos, mas à última hora foram 55 e de tudo chegou e sobrou,graças à generosidade de doadores particulares e de empresas como a Carclasse que abdicou da sua ceia de Natal para proporcionar uma ceia mais suculente para os carentes.

Foi muito alegre com música e canções e decorreu com requinte de noite de Natal, discursos e prendas distribuidas pelo Bispo, pelos voluntários em número de 5.







Também a cozinheira do Centro de Dia veio voluntariamente ajudar duas colegas de serviço que prolongaram o horário até às 20,30H.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

As Jornadas "Fraternidade e Vida no Planeta" estão calendarizadas para Abril de 2012-Por fim talvez sejamos felizes -




As Jornadas "Fraternidade e Vida no Planeta" estão calendarizadas para Abril de 2012

A ONU declarou a Década das Nações Unidas para a Educação e o Desenvolvimento Sustentável dos anos 2005 a 2014.

Assim, o próximo 2012 será centrado como o "Ano Internacional de Energia Sustentável para todos".

Actualmente mais de 1,4 biliões de pessoas de todo mundo, não possuem acesso à electricidade e cerca de um bilião tem acesso intermitente, o que acarreta problemas de saúde e outros.

Segundo a ONU, em menos de 15 anos haverá1,8 mil milhões de pessoas a viver com escassez de água, o que significa um aumento de 900 milhões. Aliás, devemos referir que na Declaração do Milénio ficaram estabelecidos objectivos e metas a cumprir até 2015. Entre estas preconiza-se: "integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas políticas e projectos nacionais e internacionais, e inverter a actual tendência da perda de recursos ambientais; reduzir para metade, até 2015, a percentagem de população sem acesso permanente a água potável; e até 2020 melhorar significativamente a vida de pelo menos 100 milhões de habitantes de bairros degradados."

CARTA DA TERRA- Na Carta da Terra, proclamada pela UNESCO, no preâmbulo sublinha-se:

"Estamos diante de um momento crítico na história da Terra, numa época em que a humanidade deve escolher o seu futuro. À medida que o mundo se torna cada vez mais interdependente e frágil, o futuro reserva, ao mesmo tempo, grande perigo e grande esperança. Para seguir adiante, devemos reconhecer que, no meio de uma magnífica diversidade de culturas e formas de vida, somos uma família humana e uma comunidade terrestre com um destino comum. Devemos nos juntar para gerar uma sociedade sustentável global fundada no respeito pela natureza, nos direitos humanos universais, na justiça económica e numa cultura da paz. Para chegar a este propósito, é imperativo que nós, os povos da Terra, declaremos nossa responsabilidade uns para com os outros, com a grande comunidade de vida e com as futuras gerações."

SABER CUIDAR-Especialistas da Ciência da Terra constantemente fornecem dados preocupantes acerca do ambiente. Os Ecologistas, Filósofos e Teólogos, procuram, através de foruns, da comunicação social, debates e reflexões à qualidade de vida, e alguns lançam o grito: "A ÁGUA TEM SEDE DE ÁGUA". O filósofo Leonardo Boff publicou o livro "Ecologia, grito da Terra, grito dos pobres", tão valorizado no mundo, que mereceu ser convidado pela UNESCO para integrar a Comissão
Internacional encarregada de receber contribuições para a referida Carta da Terra.




É interessante referir que por causa da transposição do rio S. Francisco, no Brasil, o bispo Dom Luiz Cappio fez uma greve de fome, ou jejum prolongado.

O citado teólogo, filósofo e ecologista Leonardo Boff escreve que é preciso "SABER CUIDAR":

" Mitos antigos e pensadores contemporâneos dos mais profundos ensinam-nos que a essência humana não se encontra tanto na inteligência, na liberdade ou na criatividade, mas basicamente no cuidado. O cuidado é, na verdade, o suporte real da criatividade, da liberdade e da inteligência. No cuidar se encontra o ethos fundamental do ser humano. Quer dizer no cuidado identificamos os princípios, os valores e as atitudes que fazem da vida um bem-estar e das acções um reto agir.

Sonhamos com o cuidado assumido como ethos fundamental do humano e como compaixão imprescindível para todos os seres da criação.

Para cuidar do planeta precisamos todos de passar por uma alfabetização ecológica e rever os nossos hábitos de consumo. Importa desenvolver uma ética do cuidado."

LEGADO ÀS GERAÇÕES FUTURAS-Também Bento XVI na encíclica "A caridade na verdade" questionando "o desenvolvimento dos povos, direitos, deveres, ambiente" sublinhava: "O homem interpreta e modela o ambiente natural através da cultura, a qual, por sua vez, é orientada por meio da liberdade responsável, atenta aos ditames da lei moral. Por isso, os projectos para um desenvolvimento humano integral não podem ignorar os vindouros, mas devem ser animados pela solidariedade e a justiça entre as gerações, tendo em conta os diversos âmbitos: ecológico, jurídico, económico, político, cultural."

As comunidades cristãs são chamadas a "dar sabor evangélico aos grandes valores da paz, da justiça, do desenvolvimento, da libertação dos povos, do respeito aos direitos humanos e dos povos, sobretudo das minorias, como também da salvaguarda da criação e do futuro de nosso planeta", como referiu recentemente um jornalista reconhecido.

CASAMENTO ENTRE O CÉU E A TERRA-"Hoje encontramo-nos numa fase nova na humanidade." Todos estamos regressando à Casa Comum, à Terra: os povos, as sociedades, as culturas e as religiões. Todos trocamos experiências e valores. Todos nos enriquecemos e nos completamos mutuamente. (...)... (...) Vamos rir, chorar e aprender. Aprender especialmente como casar Céu e Terra, vale dizer, como combinar o quotidiano com o surpreendente, a imanência opaca dos dias com a transcendência radiosa do espírito, a vida na plena liberdade com a morte simbolizada como um unir-se com os ancestrais, a felicidade discreta nesse mundo com a grande promessa na eternidade. "E, ao final, teremos descoberto mil razões para viver mais e melhor, todos juntos, como uma grande família, na mesma Aldeia Comum, generosa e bela, o planeta Terra."

"Casamento entre o céu e a terra", Salamandra, Rio de Janeiro, 2001, pg. 9 (Leonardo Boff)

NOVOS ESTILOS DE VIDA PARA SER FELIZ

É o tema geral da catequese na Comunidade Paroquial de Nossa Senhora de Fátima, da cidade de Viana do Castelo, atenta aos problemas nesta fase da humanidade e indicando "guardar e cultivar a criação" (Gn. 2, 15) também planificar a formação de adultos escolhendo como tema: "FRATERNIDADE E VIDA NO PLANETA".

Assim foram definidos objectivos, destacando-se entre outros: "Melhorar a qualidade da vida humana; modificar atitudes e práticas pessoais; perspectivar o desenvolvimento com valores éticos":

As sessões decorrem em horário pós-laboral, de quinze em quinze dias, com intervenções de especialistas das Ciências da Terra e das Ciências Sociais, abordando temáticas que vão desde "o desenvolvimento dos povos, ecologia ambiental, social, mental, integral, às alterações climáticas".

Uma sessão decorrerá à volta das reflexões do chefe índio de Seattle, de 1854 divulgado pelas Nações Unidas em 1976, e que ficou como uma significativa referência " ensinem aos vossos filhos, que a Terra está enriquecida com a vida dos nossos semelhantes, para que saibam respeitá-la…Tudo quanto acontecer à Terra, acontecerá aos filhos da Terra...O homem não teceu a rede da vida, ele é só um elo do seus fios…"

"POR FIM TALVEZ SEJAMOS IRMÃOS" assim se intitula a mensagem do CHEFE SEATTLE (1854)

Boas Festas Natalícias, fomentando a conservação da criação, construindo a FRATERNIDADE.

José Rodrigues Lima,
Tel: 258829612 - Tlm: 938583275 - Email: jrodlima@hotmail.com


QUARENTA E QUATRO de Paróquia, Acólitos,Escola de Música- Solidariedade

Os 44

 QUARENTA E QUATRO anos de paróquia foram celebrados também com um sarrabulho que quase enchia o Centro de Dia, aqui cortava-se o bolo d. Uma das que tinha mais idade.

















Participe no Natal das crianças, dos idosos e dos sós
























Apresentação do plano de actividade pelos tecnicos de Centro Social aos familiares.














 

















Duas espécies de admissão ao acolitado organizadas pelo Cristopher.




















Apresentação do CD da Escola de Música, no Salão de Festas da paróquia da Meadela no dia 7 de Dezembro, data da criação da Paróquia. Este espetáculo teve a coloboração dos Veteranos de Viana e Gaitas de Cardielos e Andreia Cruz da Rádio Alto Minho.

Compre um CD na Paróquia por 10 euros e ajuda a obra

Algumas centenas de participantes quase enchiam o salão de festas da Meadela, foi notável a presença do Bispo, dos Párocos da Meadela e Paroquia de Nossa Senhora de Fátima, assim como o presidente da Junta da Meadela e uma representação da Junta de Santa Maria Maior

O José e o Ângelo vieram de uma Paróquia de Vigo trazer colaboração a esta de Nª Sª de Fátima.



"Estamos reformados e temos de fazer alguma coisa!..."