AVISO

Meus caros Leitores,

Devido ao meu Blog ter atingido a capacidade máxima de imagens, fui obrigado a criar um novo Blog.

A partir de agora poderão encontrar-me em:

http://www.arocoutinhoviana.blogspot.com

Obrigado

sábado, 15 de Janeiro de 2011

NATAL DOS SEM ABRIGO - NATAL dos ORTODOXOS



Natal dos Sós e dos Sem Abrigo com a colaboração de dois voluntários do Banco de Voluntários da Câmara Municipal, e voluntários da Paróquia.
“Reflicto longamente; nas palavras e nas imagens, que são de gente conhecida das ruas de todos nós.Pater Calvus


Desse encontro de Natal acontecido na casa paroquial, vejo os momentos no corte temporal da objectiva fotográfica, com o bispo a falar com cada qual daqueles miseráveis, dos seropositivos, homens e mulheres tristes, que choram nos braços daquele sacerdote que sabe a santo e comovo-me também, mas com um toque de rábia que só a força da experiência contém.


Numa das fotografias, a senhora, que sei com problemas do foro psicológico, próxima de alguém que conheço do eu-cá-tu-lá, e que no refeitório social faz todas as refeições… por não ter lugar na larga família, de muitos irmãos e primos, quem a acolha e proteja nas suas fragilidades. É gente de antigos títulos nobiliárquicos e que mantém algumas posses, uns mais que outros, claro está. Gente até das reitorias das nossas universidades, da arquitectura de renome, entre outros que tais. E a mulher, já cinquentona, escura, magra e desmazelada, de olhos baixos e tristes, que eu vejo muitos dias da semana sentada no passeio da rua da Bandeira, à espera que o refeitório abra, está defronte do bispo que a acarinha.


Da reflexão concluo que há, de facto, coisas difíceis de engolir. A miséria assume muitas formas: a material e a outra, esta talvez mais grave.”



*O Natal dos Sós e dos Sem-abrigo foi o melhor Natal que todos os participantes puderam sentir.


D. Anacleto saíu contente com todos e teve a oportunidade de falar com cada pessoalmente.





Foi sensacional o conforto que D. Anacleto dava aos que se lhe dirigiam, de um modo particular aos carentes, alguns com lágrimas nos olhos lhe falavam.


Ao Natal dos Sós e dos Sem-abrigo associou-se também o Gílio Bazenga membro da Direccão do Centro Social e responsável pelo sector dos idosos e uma psicóloga também quis passar por lá para levar um ar da sua graça a todos os presentes.







*No dia da Sagrada Família celebraram-se anos de casados neste ano de 2010 e jubilados. Um casal "dourado" deu um bom testemunho aos mais novos.









*As crianças na Festa do Natal e nas férias da Catequese do Natal e Ano Novo foram prendadas com pequenas coisas, mas um pouco do seu agrado. Receberam a bênção personalizada do presidente da celebração as crianças que não tinham feito a primeira comunhão e andavam na catequese e a todas as outras, assim como os bebés ao colo das mães.

*A Comissão do Menino no dia da festa da Epifania apresentou contas à Comunidade, apenas quatro jovens conseguiram dar exemplo de criatividade e de serviço feito com eficácia.

*A catequese recomeçou a 8 de Janeiro, dia em que os catequistas fizeram a sua Ceia de Reis.





Quatro jovens do sexo feminino que formaram a Comissão do Menino fizeram um presépio original, onde representaram toda a vida de Cristo desde o seu nascimento até ao Calvário e Ressurreição, demarcando claramente os espaços apropriados. Um Presépio catequético. Uma das jovens é catequista.



*Os ortodoxos celebraram o Natal no dia 7, no Porto presidida pelo Exmo. Revmo. Metropo-litano D. Policarpo, arcebispo metropolitano da Espanha e Portugal exarca de patriarcado Ecuménico da Constantinopla.


No dia 8, sábado, fizeram uma celebração em Viana na Capela de S. João D‘Arga, seguido de um convívio. Na foto superior vê-se o nosso director à direita do D. Policarpo seguido do Arquimandrita Filipe(Porto), do padre Basílio(Vigo), e ao fundo o diácono Néctario(Porto).
 



Sem comentários: