AVISO

Meus caros Leitores,

Devido ao meu Blog ter atingido a capacidade máxima de imagens, fui obrigado a criar um novo Blog.

A partir de agora poderão encontrar-me em:

http://www.arocoutinhoviana.blogspot.com

Obrigado

domingo, 22 de novembro de 2009

Uma neta de Bernardo Abrunhosa

Apareceu de visita no cartório paroquial Hilda Abrunhosa, neta do Bernardo Abrunhosa e logo senti a necessidade de um pequeno registo neste jornal, até porque queria contribuir para uma igreja tão bela por fora, mas ainda lá não entrou.
Hilda Abrunhosa da Paz dos Reis de Carvalho nasceu a 13 de Setembro de 1930, mês de S. Miguel, em Viana, na Casa do Abrunhosa, no antigo Largo do Souto. Foi dado o nome de Quelha de Abrunhosa a uma "congostazinha" do lado poente da referida casa, que hoje já é de outra família.
A Hilda viveu a sua mocidade, durante as férias, nesta casa.
É filha de Maria Raquel Abrunhosa da Paz dos Reis e Hugo Virgílio da Paz dos Reis, funcionário do Banco Espírito Santo e neta do Bernardo Abrunhosa, proprietário. O Palacete Abrunhosa, à Rua da Bandeira, 600 que ligava à Papanata, onde existia uma capela do Sagrado Coração de Jesus a que me refiro no livro "Viana do Passado e do Presente", que foi mandada construir por ele.
Hoje pertence aos Serviços de Direcção do Centro de Segurança Social de Viana. Um palácio para admirar e único na cidade, sobretudo, ele é rico em relação aos estuques, à arte dos estucadores da nossa terra, na obra que Viana deve conservar.
Vianenses de outros tempos. O Bernardo foi o proprietário do Hotel Santa Luzia, hoje, Pousada, tendo sido ele autor da construção do Elevador de Santa Luzia. Era o seu avô um apaixonado por Viana do Castelo, tendo nascido na região de Vila Real.
O Bernardo Abrunhosa era casado com Lucinda das Dores Moreno de Sousa, do Porto e faleceu numa viagem no regresso de Paris ao Porto.
A Lucinda Abrunhosa ficou viúva e veio viver para Viana, na Abelheira. Muitos da Abelheira ainda falam dela.
Sendo a Hilda, neta pelo lado da mãe do Bernardo Abrunhosa e, pelo lado do pai, da família Paz dos Reis, pioneiro do cinema em Portugal, dedicando-se depois à fotografia. O seu hobi eram as flores. Coleccionava e dedicava-se também à venda das respectivas sementes na casa "Flora Portuense" na Praça da Liberdade, onde hoje é a confeitaria Ateneia (Porto).
Os Abrunhosas vivem todos na zona do Douro. Houve dois irmãos que tiveram muitos filhos.
A Hilda Abrunhosa não sabe se tem algum parentesco com o Pedro Abrunhosa, cantor profissional que já ofereceu um espectáculo para a Paróquia e que quis ver o Palacete dos Abrunhosas, à Rua da Bandeira. É por isso natural, que lhe seja familiar.
A Hilda casou com João António de Carvalho, engenheiro, de Meda, da Beira Alta, perto de Trancoso que lhe deu Hilda Maria, professora; João Augusto, este sem profissão; Hugo Manuel que é oftalmologista do Centro Hospitalar do Alto Minho, a viver nesta Paróquia, junto à Igreja Nova; Mª Alexandra, nado-morta. O João é solteiro e os outros casados e com filhos.
É católica assumida.
Gosta de visitar pessoas solitárias para as aliviar da solidão, idosas ou doentes e está muito ligada aos Padres do Espírito Santo e às Irmãzinhas dos Pobres, no Pinheiro Manso.
Não tem filiação partidária, mas tem tendência centrista. Também gosta de Viana e admira a arte da nova igreja na Abelheira.

2 comentários:

belinha disse...

Bom dia!
Acabo de receber um postal de boas festas do centro de fotografia e na capa está uma menina e tem uma legenda que diz Hilda Paz dos Reis.Fiquei curiosa e estou a tentar descobrir quem ela é.Na legenda diz Correio de Boas Festas da Hilda Paz dos Reis,1910.É uma legenda que colocaram sobre a foto.
Tenho um blog onde divulgo pequenos detalhes da cultura portuguesa e coloquei lá o postal,se quiser ver.Está em inglês pois esse blog é uma ferramenta de suporte a uma loja que tenho- os meus clientes são norte-americanos.
Se puder ajudar-me a saber quem é a menina,eu gostava!
Obrigada!
www.aportugueselove.blogspot.com

Anónimo disse...

Hilda Paz dos Reis era filha (única?) de Aurélio da Paz dos Reis, fotógrafo notável do Porto, na viragem do século XIX para o XX. Aurélio P. dos Reis fez desta filha inúmeras fotografias. Deixou um vasto espólio fotográfico, que não sei se está todo no CPF. Foi ele quem fez o 1º filme em Portugal, na Rua de Santa Catarina, no Porto. O resto tente saber no site do cpf ou mesmo introduzindo o nome de Hilda Paz dos Reis na janela do motor de busca. Já agora, se tem fotografias mais ou menos antigas, de paisagens ou de pessoas, faça doação delas, dos negativos ou de cópias ao CPF. Lá ficam bem guardadas e servem a comunidade. Partilhe.